A atriz, roteirista e produtora tem nova temporada do seu espetáculo “Show de Quatro” confirmada para julho em São Paulo

Cinema, palcos e streaming. É essa a experiência completa de Karla Bonfá, atriz, cineasta e produtora que, hoje aos 28 anos, experimenta uma sequência intensa de projetos desde o seu curta-metragem “What If”. Alcançando voos dentro e fora do Brasil, o filme garantiu à Karla indicação e o primeiro lugar do International Young Creatives Award, prêmio mantido pelo Emmy Internacional com cerimônia em Nova York, nos Estados Unidos, em 2022. Desde então, não parou.

O curta (disponível em:https://www.youtube.com/watch?v=NQZuCQ7c1Mo) expõe questões de violência doméstica, homofobia e racismo estrutural, e nasceu de um estudo profundo que a cineasta já fazia para incorporar em seus demais projetos. Quando soube do tema proposto pela banca de jurados do prêmio naquele ano (“Stand Up for Peace – Man and Woman Together”), Karla percebeu que suas ideias podiam contar uma história importante na premiação.

— É uma denúncia ao nosso país e aos nossos olhos, que são treinados a ver o mundo de um determinado jeito. Não é mais possível alegar a desculpa de que tivemos uma criação diferente ou que seguimos uma tradição. Nós temos informação, o que falta é a coragem de nos observarmos — reflete Bonfá, que apresenta no curta uma possibilidade de sociedade ideal, mas distante, onde a violência e o preconceito não são uma realidade.

Já em 2023, Bonfá esteve na frente das câmeras. A atriz participou da série policial “Rio Connection”, produção internacional disponível no Globoplay. Contracenando com Carla Salle, Bonfá interpretou a personagem Paula e mergulhou no universo de glamour e gangsters do projeto.

— Foi muito divertido atuar em inglês. O timing da fala na língua inglesa é diferente e eu amo, acho uma cadência muito interessante de fazer. A Paula ajuda a Maria Cristina, personagem da incrível Carla Salle, no momento em que a amiga tem o coração partido pelo Tomasso Buscetta, vivido pelo Valerio Morigi. Encarnei a amiga que arranca uma risada sua, te traz um drink e te escuta falar do boy para dar um conselho — conta.

Agora, em 2024, é a hora do teatro. Karla, que é natural de Porto Alegre, se prepara para se apresentar em nova temporada do espetáculo que produz e atua, o “Show de Quatro”, em São Paulo. A apresentação, que Bonfá gosta de definir como “um show de comédia misturado com uma pitada de musical”, retorna aos palcos paulistas em julho após estreia de sucesso no Xexéu Comedy Club, bar conhecido na cena de humor paulistana, em abril.

— Eu queria criar algo prático e que fosse cheio de entretenimento, um lugar onde o público pudesse rir. Também quis unir isso à música, propondo um flashback divertido dos anos 1980 quase no formato cabaret. O “Show de Quatro” é meu amorzinho, e minha estreia como drag king! — diz Bonfá, que aproveita o espetáculo para se expressar de novas formas.

A produtora e atriz conta com mais três amigos no elenco, formando a trupe que dá nome ao show: Andrezza Rebuti, Xexéu Aguiar e Maxx.

— Quando comecei a idealizar o espetáculo, escrevi dois números e logo chamei a Andrezza, minha amiga e parceira de teatro há quase dez anos. Ela topou, e começamos os ensaios. O Xexéu Aguiar, dono da casa onde estreamos, é meu amigo há anos e nos conhecemos quando ele patrocinava o local usado por uma companhia de teatro onde eu trabalhava. O meu encontro com o Maxx vem do stand up do Xexéu, onde ele se apresenta. É incrível quando você pode contar com o apoio de amigos que também são parceiros de trabalho — comemora.

Enquanto montava o “Show de Quatro”, Bonfá também comemorava mais um prêmio no audiovisual. No começo deste ano, em janeiro de 2024, a cineasta foi vencedora na categoria “Best Actress in a Short Film” (Melhor Atriz em um Curta-metragem) no Latin America Film Awards pelo seu trabalho como atriz em “A Step Away from Failure”, de 2023, filme que também dirige.

No curta, a protagonista Elena (Bonfá) é uma diretora de cinema que se desconecta de sua família e amigos ao mergulhar de cabeça na sua profissão em busca de reconhecimento.

— “A Um Passo do Fracasso” se relaciona muito com a minha geração, os millenials, que cresceram nos anos 1990 acreditando que seria fácil se formar em uma faculdade, ter uma casa própria e por aí vai, mas que descobriu, no meio da sua formação, que nosso objetivo não pode ser somente ter um emprego. Ficamos sempre nessa corda bamba, por termos crescido no meio de uma transição de época. É uma geração que, na minha visão, é frustrada e experimenta essa sensação de fracasso. Sentimos que nunca seremos jovens o suficiente, ou completamente adultos — observa a cineasta.

Para as telas, Bonfá já prepara três novos projetos que conversam entre si. Explorando três gêneros diferentes (Fantasia, Terror e Animação), a cineasta pretende abordar temáticas sobre saúde mental em uma trilogia de curtas-metragens. Os projetos já foram filmados pela produtora de Karla, Bonfá Filmes, e estreiam em breve.

Perfil oficial Karla Bonfá:https://www.instagram.com/karlabonfa/

Mais informações sobre “Show de Quatro”:https://www.instagram.com/showdequatro/?img_index=1