[ouça aqui]

[assista aqui]

Com uma proposta artística visceral, Bárbara Grando promete um ano repleto de lançamentos marcantes. A cantora e compositora investe no pop, flertando também com R&B e Hip Hop em sua nova faixa “Corpo Sutil de Luz”, que chega às plataformas acompanhada de clipe surpreendente no Youtube. A faixa é a primeira de uma série que traz uma narrativa franca e disruptiva, com temas que propõem a autorreflexão e conexão entre artista e público, por meio da partilha de experiências de coragem e autoconhecimento.

A música, que vem acompanhada de uma super produção audiovisual futurista, traz uma mensagem de transformação e força. O tema do autocuidado permeia a composição, lembrando-nos da importância de nutrir a nossa essência e, como efeito, nutrir o mundo.

CORPO SUTIL DE LUZ

Bárbara Grando/Gustavo Araújo

“Firmeza no olhar

Coragem pra ver

O meu despertar

Em cada detalhe que há no meu ser

Corpo sutil de luz

Ilumina, chama divina

Prazer eu sou a luz

Presente de Deus, pura medicina

Divindade interior

Deixa florescer

A tua cura junto com a sede de viver

Serena, tranquila

Peço pras Deusas todo dia

Sentimento profundo

No silêncio aprendo a mudar o mundo

Coragem pra ver

O meu despertar

A fé faz parte da transformação

No auto amor, na compaixão

Em meio a dor, momentos bons

Subir as montanhas da vida pra ver todo mundo de lá

Sempre acreditar, relembrar

Confia na entrega que a fé vai te dar

Aproveitando o caminho, driblando os espinhos

Que um dia você vai pisar

O que a gente espera só é importante

Quando no final sabe se desfrutar

Eu sou, você é

Energia até

No escuro, só eu

De mãos dadas com Deus

Liberdade e amor pra resplandecer

Aura pura junto com a fome de vencer

A fé não oscila

Prece praquele que me guia

No meu íntimo crer que devemos ser

A mudança que queremos ver

Fazer valer o sonho

É muito mais que suponho, enquanto eu componho

Enquanto acompanho e proponho

A cada verso, intensa, imersa no meu universo

Enquanto converso, repenso, resolvo, conserto e acerto

Em meio ao deserto deserto

Liberta das frustrações

Coberta de boas ambições

Mantendo por perto o amuleto concreto das boas vibrações

Não trago comigo o medo do ódio

Inimigo não temo, o perigo encaro, enfrento prossigo

A paz eu busco e consigo diante das aflições”