Apenas 21 anos e uma bonita estrada pela frente. Esse é Lucas Burgatti. O jovem é o maior sucesso na televisão e no cinema brasileiro. A carreira começou quando ainda era adolescente, aos 16, com o vilão Eric na trama infantil “As Aventuras de Poliana” (SBT). De lá para cá, o rapaz não mede esforços para construir a sua história. Depois de Pedro Maia, em “Uma Fada Veio Me Visitar”, em 2023, agora se prepara para voltar como Diggy, um renomado popstar no filme “Tudo Por Um Popstar 2”, de Thalita Rebouças, com previsão de estreia para o próximo semestre.

Quanto a Diggy, Lucas explica que é um rapaz muito talentoso, com uma trajetória musical que conquistou inúmeros corações brasileiros. Toca, canta e compõe canções que agitaram todo o país. “É um cara legal que almeja fazer as coisas certas, mas, por trás dos holofotes e da fama, tem um passado e grandes consequências. E para mim, o convite para vivê-lo, veio por meio da produtora, ‘Panorâmica Filmes’, e eu, claro, fiquei extremamente grato e honrado por participar desse lindo projeto”, explica.

Expectativa para a estreia nas alturas. É desse jeito que Burgatti se descreve. O ator relembra da pré-estreia do primeiro longa e tudo de maravilhoso que aconteceu. Em 2024, repete a dose. “Depositei bastante amor e carinho nesse projeto. Então, tenho certeza de que já deu mais que certo!”, fala.

Dar a vida ao Diggy foi, para Lucas, um grande aprendizado, uma escola, pois sempre alimentou o sonho de interpretar esse personagem, com uma enorme ligação com a música, do mesmo modo que ele, fora das telas. “Juntei minhas duas paixões, que é atuação e música e isso, lógico, um privilégio, sem esquecer do elenco de peso, composto por pessoas que gosto e admiro!”, finaliza.

Foto: Lucas Burgatti / Créditos: Monize Xavier Villa