A 1ª Mostra da Socioagrobiodiversidade chega a sua quinta e penúltima edição no sábado, dia 10 de junho, das 9h às 19h, na Usina Cultural Energisa, e trará o tema “Paisagens, águas e florestas”. Nessa versão, a coordenação da Mostra detalha que as Organizações Não Governamentais (ONGs) e a sociedade civil terão papéis de destaque com apresentações de projetos socioambientais, e que desenvolvem a conservação do bioma da região.

A temática desta edição trará abordagens compatíveis da socioagrobiodiversidade, realizadas em consonância com as diretrizes em unidades de conservação governamentais ou particulares (Áreas de Proteção Ambiental – APAs e Reservas Particulares do Patrimônio Natural – RPPNs). Baseada nisso, a Roda de Conversa, que começará às 14h, trará discussões tais como, a conservação ambiental ou recomposição florestal (produção de mudas da Mata Atlântica), turismo eco científico, ecoturismo e turismo etnoecológico; visitações guiadas; botânica; bromélias e orquídeas; técnicas de conservação em Área de Proteção Permanente (APP), reserva legal, mata ciliar, meliponicultura, entre outros assuntos. Para tratar desses temas foram convidados Bernardo Furrer, da Reserva Particular do Patrimônio Natural – RPPN Rio Bonito de Lumiar, que conversará sobre “A importância das Unidades de Conservação na preservação do ambiente com foco nas unidades de proteção integral, como as RPPNs”; Marina Figueira de Mello, do Viveiro da Mata Atlântica, que falará sobre a “Valorização das Florestas Nativas”; e Alessandra Scilla, representando o Coletivo Ibipuris, a Ecovila Ibipuris, que conversará sobre “Sonhalizar: cocriando a Ecovila IbiPuris”. Esses assuntos serão mediados pelo biólogo, analista ambiental e professor, Maycon Saviole da Costa.

Nessa “pegada” de conservação ambiental, a Mostra terá expositores com produtos e serviços dessemelhantes na Feira Biocultural, que acontece durante todo o dia. Confira!

Nathalie d’Arêde – Ateliê Mãos da Montanha, apresentará trabalhos com feltragem, almofadas, quadrinhos de lã, colar de bambu, também aromaterapia, óleos essenciais, jogo de dominó de lã natural, cartucheiras, corda de pular de crochê, lã de enchimento e lã crua; Marise Vieiras e Victor Araújo – Instituto Araticum (Centro de Permacultura), apresentará projetos de bioconstrução, agroecologia e conservação ambiental; Françoise Lengruber – Sítio Lengruber, com projeto de conservação ambiental e de reflorestamento e monitoramento de fauna silvestre em parceria com o Projeto Aventura Animal; João Guilherme Wermelinger – Projeto Off Grid, com ações socioambientais para a defesa, elevação e manutenção da qualidade de vida do ser humano e do meio ambiente; Bart Bijen – Eco Caminhos, estará presente com verduras, legumes, frutas, ovos caipiras, queijos e yoghurt orgânicos; Marcela Klein Brust – Tour na Serra Lumiar, com fotografias de natureza e tour em turismo com ênfase na preservação ambiental; Hugo Luiz da Silva – Reserva Particular do Patrimônio Natural – RPPN Caiuá, estará com ações de conservação ambiental e vivências ecológicas; Livia Teixeira – Caverna Sagrada: Farmácia da Natureza, com fitoterápicos, fitocosméticos, saboaria, florais, pomadas, xaropes, mudas, frutas e kombuchas; Marcelo Perella – Coquinho Roxo, estará com polpa de juçara (Juçaí); Martina Carvalho – Quimerica, com pinturas em aquarela, cerâmica e objetos decorativos diversos; Gustavo Guimarães – Apema, com tecnologia apropriativas em permacultura como ferramenta de mudança social; Marcelo da Graça – Poesia em Photo, com exposição de fotografias e Livros; Carlos Alberto Ramos, irá expor marcenaria com reaproveitamento de madeiras e plantas ornamentais; Jorge Gastin, apresentará plantas ornamentais; Carolina Bianchi – Da Mata Padaria Artesanal, presente com pães de fermentação natural, café torrado na lenha e kombucha; Rosana Oliveira Gonzaga – Arte Estilo, apresentará arranjos de plantas ornamentais, Kokedamas, mudas de plantas aromáticas e medicinais em suportes alternativos ao plástico (bambu, cerâmica, madeira, fibra de coco); e Ramon Porto, representando o Comitê da Bacia Hidrográfica Rio Dois Rios, com informações e demonstrativos sobre as ações de conservação no contexto hídrico.

Ainda vale lembrar que a organização da 1ª Mostra da Socioagrobiodiversidade informa que está aberta a Chamada Pública para quem desejar participar como EXPOSITOR da última edição da Feira Biocultural (Luta pela terra). As inscrições são gratuitas. Os critérios de participação estão disponíveis em um formulário, cujo link está divulgado nas redes sociais da mostra: FACEBOOK /socioagrobiodiversidade.nfe INSTGRAM @socioagrobiodiversidade_nf .

A 1ª Mostra da Socioagrobiodiversidade é uma realização de Na rede com Scheila, tem patrocínio da Energisa e do Governo do Estado do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria Estadual de Cultura e Economia Criativa, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, e conta ainda com o apoio da Fundação Ormeo Junqueira Botelho, além das parcerias com a Universidade Federal do Rio de Janeiro – (Centro de Filosofia e Ciências Humanas – CFCH / Instituto de Psicologia – IP / Diretoria Adjunta de Extensão – DAEXT), com o Programa de Extensão Saberes e Ocupações Tradicionais; com a Reserva Ecológica Rio Bonito de Lumiar- Rebio, e com os projetos Takakurando, Organokits, Reciclotrom e Instituto Araticum.

Para mais informações e esclarecimentos entre em contato pelo e-mail:sociobiodiversidadefriburgo@gmail.comou pelos telefones: (22) 99211-8151 (Alessandro Rifan) e (22)98146-2493 (Scheila Santiago).

SERVIÇO

1ª Mostra da Socioagrobiodiversidade

Tema da 5ª edição: “Paisagens, águas e florestas”

9h – Abertura

9h às 19h – Feira Biocultural (expositores locais) e Exposição Fotográfica (acervos particulares)

10h às 12h – Oficina Socioeducativa (terraço)

14h às 16h – Roda de Conversa (Salão Nobre)

17h – Expressão Cultural (Teatro)

19h – Encerramento

Data, hora e local: 10 de junho de 2023 (sábado) / 9h às 19 horas / Local: Usina Cultural Nova Friburgo (entrada pela Rua Dante Laginestra – Centro).

Classificação: Menores de 16 anos acompanhados do (a) responsável.

Entrada franca.

Facebook.com/socioagrobiodiversidade.nf

Instagram.com/socioagrobiodiversidade_nf/